Brasil terá 6 mudanças para enfrentar o Paraguai

0
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Publicidade

O técnico Tite promoveu seis mudanças na equipe titular da seleção brasileira para o duelo contra o Paraguai, nesta terça-feira (1º), às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. O jogo, válido pela 16ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar, será transmitido ao vivo pela Rádio NacionalAs alterações foram feitas no treino da tarde desta segunda-feira (31), o último antes do confronto.

O setor defensivo é o que terá mais alterações em relação ao 1 a 1 com o Equador, na última quinta-feira (27), na capital equatoriana Quito. Saem o goleiro Alisson (revezamento), os laterais Emerson Royal (expulso) e Alex Sandro (covid-19) e o zagueiro Éder Militão (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) para entradas de Ederson, Daniel Alves, Alex Telles e Thiago Silva, respectivamente.

Já no meio-campo, o volante Fabinho e o meia Lucas Paquetá, que cumpriram suspensão diante do Equador, retornam à equipe, nos lugares dos volantes Casemiro e Fred, ambos por opção do técnico. O provável é que Paquetá faça a função de Fred, com Phillipe mantido entre os titulares. O ataque será o mesmo do jogo anterior: Raphinha, Vinicius Júnior e Matheus Cunha.

Mais cedo, em entrevista coletiva, Tite adiantou que faria mudanças no time. Apesar de não detalhar as novidades, o técnico afirmou que os torcedores veriam atletas jovens na partida. Dos 25 convocados para os jogos diante de Equador e Paraguai, nove atuaram, no máximo, dez vezes pela seleção principal, sendo que seis têm 24 anos ou menos: os meias Gerson e Bruno Guimarães e os atacantes Antony, Rodrygo, Matheus Cunha e Vinícius Júnior – os dois últimos serão titulares nesta terça. O zagueiro Gabriel Magalhães, de 24 anos, por sua vez, aguarda a primeira oportunidade para vestir a amarelinha.

O duelo com o Paraguai encerra a primeira de oito datas-Fifa (período voltado a jogos entre seleções) do Brasil em 2022 até o Mundial. A meta é equilibrar o desenvolvimento do coletivo com a oportunidade a atletas que ainda buscam um lugar na equipe.

O Brasil lidera as Eliminatórias com 36 pontos, quatro à frente da Argentina. Ambos já estão garantidos no Mundial do Catar. O Paraguai aparece em nono lugar, com 13 pontos, praticamente fora da briga por um lugar na Copa.

(Agência Brasil)

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui