14.6 C
Paraná
sexta-feira, julho 12, 2024
spot_img
InícioCiênciaMisteriosas paredes invisíveis podem ter sido descobertas no espaço...

Misteriosas paredes invisíveis podem ter sido descobertas no espaço sideral

spot_img

Os cientistas suspeitam que uma “quinta força” possa estar trabalhando no espaço. Essa força, que eles acreditam ser mediada por uma partícula hipotética chamada symmetron, é responsável por criar paredes invisíveis no espaço.

As paredes não são necessariamente como as paredes de uma sala. Em vez disso, eles são mais como barreiras. E eles podem ajudar a explicar uma parte intrigante do espaço que deixou os astrônomos coçando a cabeça por um bom tempo. As informações são do portal BGR.

Novo estudo pode explicar “paredes invisíveis no espaço” que deixaram os astrônomos perplexos por anos.

O modelo de matéria escura fria Lambda (ΛCDM) é o modelo padrão atual que usamos para explicar a cosmologia. No entanto, houve um desafio desconcertante para esse modelo e, às vezes, ele simplesmente não faz sentido.

De acordo com esse modelo, pequenas galáxias deveriam ser distribuídas em órbitas confusas em torno de galáxias maiores. No entanto, a maioria das pequenas galáxias que orbitam galáxias maiores estão dispostas em planos finos e planos. Esses planos, ou discos, são semelhantes aos anéis de Saturno. Quase como se houvesse uma parede invisível no espaço que as galáxias organizam.

Esses “satélites”, como os astrônomos costumam se referir a eles, podem ser encontrados em órbitas sincronizadas em toda a nossa própria galáxia. Os astrônomos também os observaram em galáxias vizinhas. Ao longo dos anos, os cientistas propuseram muitas explicações possíveis para resolver o “problema do disco satélite”.

No entanto, este novo estudo de pesquisadores da Universidade de Nottingham apresenta um tipo diferente de explicação para essas paredes invisíveis no espaço. O estudo está atualmente disponível através do servidor de pré-impressão arXiv.

Uma nova explicação física.

Os pesquisadores postulam que sua pesquisa aponta para uma primeira explicação potencial de “nova física” que não elimina completamente a matéria escura. A matéria escura compõe a maior parte da massa do universo e provou ser um dos maiores mistérios do universo. Como tal, tem sido uma parte importante desses tipos de estudos.

Ao contrário de estudos anteriores sobre o assunto, esta nova pesquisa sugere que partículas hipotéticas chamadas simetrons poderiam gerar paredes invisíveis no espaço. Os astrônomos chamam essas paredes de “paredes de domínio” e são elas que mantêm as galáxias em suas órbitas refinadas. Em vez das galáxias orbitando em um padrão confuso, como sugere o modelo ΛCDM.

Os pesquisadores também dizem que há uma chance de 50/50 de que diferentes regiões adotem valores diferentes para seus simetrons. Isso poderia explicar as diferenças que algumas galáxias maiores têm nas galáxias menores que as orbitam.

Claro, isso é apenas uma prova de conceito. Se vamos provar que existem paredes invisíveis no espaço, precisaremos provar que os simetrons existem. É aí que instrumentos espaciais como o telescópio James Webb entram em ação. À medida que observam partes do universo primitivo, eles podem nos ensinar mais sobre essas novas partículas e a organização que elas trazem para o universo.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui