Pioneira do jornalismo paranaense, Rosy de Sá Cardoso more aos 95 anos

0
Rosy de Sá Cardoso
Publicidade

(Com informações da Gazeta do Povo)

Morreu na madrugada desta quinta-feira (3), aos 95 anos, a jornalista Rosy de Sá Cardoso, pioneira entre as mulheres no jornalismo paranaense e importante figura na imprensa. Primeira mulher a ter registro profissional de jornalista no estado, Rosy atuou por mais de seis décadas nas redações paranaenses — quatro delas na Gazeta do Povo.

A jornalista estava internada no hospital da Cruz Vermelha, em Curitiba, e faleceu por falência múltipla dos órgãos em decorrência da idade avançada.

Rosy foi cantora pioneira em rádio. No entanto foi o jornalismo que motivou a vida da neta do general João Gualberto Gomes de Sá

19 DE DEZEMBRO

A seguir, texto que o hornalista Aroldo Murá escreveu pela ocasião dos 93 anos de Rosy, em 2019:

A data de 19 de dezembro é mesmo para ser lembrada, embora Rosy tenha sistematicamente se negado a celebrar seus aniversários.

Rosy é uma das melhores e mais claras memórias da vida paranaense, especialmente do século 20, qualidade que conquistou não apenas como repórter antenada com as grandes mudanças socioeconômicas que foi testemunhando no Paraná. Na verdade, ela sempre sustentou seus textos em pesquisas confiáveis, muitas vezes examinando bibliografias consideradas “enfadonhas”, que exigiram dela paciência monástica. Foi a repórter cento por cento de credibilidade.

A jornalista, que até pouco anos atrás trabalhava em jornal, teve curiosidade quase insaciável pela notícia, que descobria muitas vezes nas coisas “escondidas e ordinárias”, como diz meu amigo Wasyl Stuparyk, um dos poucos detentores de depoimentos da personagem (vide seu site).

Assistida por cuidadores, Rosy mantém-se intelectualmente ativa. Só não aceita dar entrevistas, mesmo para velhos amigos. Acha que não é notícia, embora seja guardadora de realidades que se renovam e se valorizam com o passar dos dias.

Essas realidades estão em parte nos depoimentos seus, como aquele que Wasyl nos entrega, encontrável no link: http://www.oradiodoparana.com.br/crbst_697.html

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui