15.9 C
Paraná
domingo, junho 23, 2024
InícioCidadesAgricultura sustentável na Bacia do Miringuava ganha corpo na...

Agricultura sustentável na Bacia do Miringuava ganha corpo na RMC

spot_img

O auxílio do IDR-Paraná está mudando a vida dos produtores da Bacia Hidrográfica do Miringuava, em São José dos Pinhais, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, com a transição para uma agricultura limpa e sustentável para garantir a qualidade e quantidade da água captada pela Estação de Tratamento da Senepar, que fica na região.

Em comemoração ao Dia da Água (22 de março), na próxima semana a equipe do instituto vai apresentar os avanços obtidos nas 30 Unidades de Referência que participam do projeto e recebem acompanhamento do IDR-Paraná. Para representar esses agricultores três propriedades locais vão abrir as portas das propriedades, na quarta-feira, 23, para mostrar os resultados.

A primeira é de João Zielinski, que através do sistema de plantio direto de hortaliças (SPDH) consegue colaborar para preservação da água e ainda garantir uma produtividade 30% maior. Já a propriedade do Marcelo e da Adriana Leschnhack é exemplo na captação e utilização correta de água. Ele utiliza um sistema que mede a umidade do solo na produção de morango semi-hidropônico e permite uma irrigação mais assertiva.

E, por último, será apresentada a propriedade de Eduardo Malchow e Alexandra Leschnhak, que trabalham com agroecologia e turismo rural pedagógico, oferecendo aos alunos conhecimento sobre a vida no campo e a sustentabilidade na agricultura.

O território da bacia do Miringuava figura como umas das principais áreas de produção de hortaliças da Região Metropolitana de Curitiba e do Paraná. Por essa razão os profissionais do IDR-Paraná estão levando aos produtores algumas práticas como o Sistema de Plantio Direto de Hortaliças, o manejo da irrigação por meio de sensores e aplicativos, e a produção de insumos biológicos nas propriedades rurais.

De acordo com Tiago Hachmann, do IDR-Paraná de São José dos Pinhais, essas ações têm como objetivo transformar a agricultura praticada atualmente em uma agricultura mais limpa, sustentável e rentável. “Com essas ações, espera-se uma redução no uso de água para a irrigação, bem como uma diminuição do uso de agrotóxicos, contribuindo para a melhoria na disponibilidade e qualidade da água para o abastecimento da Região Metropolitana de Curitiba”, observou.

PROJETO – O projeto de desenvolvimento econômico, social e ambiental na área de manancial tem como objetivo promover a agricultura conservacionista e sustentável na localidade, bem como promover mecanismos para melhorar a comercialização dos produtos locais e incentivar o turismo local. Atualmente a bacia é responsável por fornecer água para 250 mil pessoas, mas com a barragem que está sendo construída a Sanepar deve passar a abastecer mais de 600 mil pessoas.

Além disso, a Bacia do Miringuava concentra uma das maiores densidades de produção de hortaliças do estado e alguns atrativos turísticos, o que demanda um cuidado especial com a área.

As propriedades da Bacia do Miringuava também serão beneficiadas pelo Programa de Vocações Regionais Sustentáveis (VRS), programa do governo do estado que busca valorizar a cultura e os produtos locais. O objetivo do programa é promover os produtos característicos da bacia no mercado regional, nacional e até internacional, uma vez que a bacia está localizada próxima ao Aeroporto Internacional Afonso Pena.

Serviço

A imprensa poderá acompanhar os os avanços obtidos nas 30 Unidades de Referência.

Data: 23 de março, quarta-feira

Horário: 9 horas

Local: Comunidade Avental/Bacia Hidrográfica do Miringuava – Rua São José Maria Escrivã, 3458 – Avencal, São José dos Pinhais

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui