24.2 C
Paraná
sábado, junho 22, 2024
InícioEsporteBrasil contra o Peru esquece o futebol bonito

Brasil contra o Peru esquece o futebol bonito

spot_img

Quem acompanhou a vitória magra da seleção brasileira por 1 a 0 sobre o fraco Peru, gol anotado pelo zagueiro Marquinhos, de cabeça, aos 44 minutos do segundo tempo, teve a certeza de que o “futebol bonito” do técnico Fernando Diniz dificilmente vai funcionar com um time repleto de galácticos da Europa, que não estão nem aí para com a doutrina do treinador brasileiro.

Deu dó assistir Neymar, Cassemiro, Rodrygo, Richarlison e Gabriel Jesus vivendo momentos de juvenis, errando passes fáceis e desconectados com o novo momento do futebol brasileiro.

Ontem, Neymar jogou em cima do nome, o bom momento dele foi acertar a cobrança de escanteio no gol de Marquinhos, no primeiro pau, fora isso, mostrou estar totalmente vivendo o momento de pangaré, errando passes fáceis de um ou dois metros, sem molejo para os dribles do início da carreira, um futebol para árabe assistir, não para o brasileiro acostumado a vitórias e títulos.

O time brasileiro tem problemas, principalmente com uma convocação para satisfazer mais os empresários europeus do que a torcida, Bruno Guimarães foi o melhor dos galácticos, errou pouco durante o tempo em que permaneceu em campo; o lateral esquerdo Renan Lódi também se saiu bem, mesmo assim não foi o jogador agudo e decisivo dos tempos de Athletico Paranaense.

Richarlison como centroavante está sem sintonia e Fernando Diniz precisa urgentemente do talento do promissor Victor Roque, do Athletico, para ter mais um craque no elenco e com criatividade para infernizar a defesa das seleções adversárias.

Ficha técnica

Peru 0 x 1 Brasil

Gol: Marquinhos, aos 44min do segundo tempo.

PERU – Gallese; Corzo, Abram, López e Trauco (Valera); Tapia, Cartagena (Castillo) e Yotún; Carrillo (Ruidiaz), Polo (Grimaldo) e Guerrero. Técnico: Juan Reynoso.

BRASIL – Éderson; Danilo (Vanderson), Marquinhos, Gabriel Magalhães (Joelinton) e Renan Lodi; Casemiro, Bruno Guimarães, Neymar (Raphael Veiga) e Rodrygo; Raphinha (Martinelli) e Richarlison (Gabriel Jesus). Técnico: Fernando Diniz.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui