InícioPolíticaCida Borghetti assume vice-presidência do Movimento Pró-Paraná

Cida Borghetti assume vice-presidência do Movimento Pró-Paraná

spot_img

A ex-governadora do Paraná Cida Borghetti tomou posse como vice-presidente do Movimento Pró-Paraná, em cerimônia realizada na Associação Comercial do Paraná (ACP), em Curitiba.

A entidade reúne lideranças políticas e empresários de diversas áreas de atuação para defender pautas e bandeiras que envolvem o desenvolvimento econômico, social e cultural do Paraná.

“Honrada em fazer parte deste grupo que atua em atividades de interesse público e coletivo. Tenho certeza que vamos contribuir na implementação de políticas públicas para que o Paraná continue sendo esse exemplo de gestão. Estamos unidos e comprometidos com o desenvolvimento do nosso Estado e do Brasil”, disse.

A diretoria do Movimento Pró-Paraná para a gestão 2023/2025 é presidida pelo empresário Marcos Domakoski. Foram empossados o 1º vice-presidente, Mário Pereira; o 2º vice-presidente, Orlando Pessuti, a 3ª vice-presidente Maria Aparecida Borghetti; o 4º vice-presidente, Nelson Luiz Gomez; bem como os diretores Rafael de Lala Sobrinho, Jaime Sunye Neto, Arnaldo Miró Rebello, Rosane Kolotelo Wendpap, Kelso Krieger Gomes e Luís Roberto Dantas Bruel e também os coordenadores dos conselhos: José Lucio Glomb (superior), José Mario Dalla Stella (fiscal) e Zaki Akel Sobrinho (deliberativo).

BANDEIRAS – Criado em 2001, o Movimento foi impulsionado pela mobilização de empresários e setores da sociedade civil, liderados pelo advogado e jornalista Francisco Cunha Pereira Filho pela conquista dos royalties da Usina Hidrelétrica de Itaipu após uma mobilização iniciada em 1991.

Sem fins lucrativos nem vínculos partidários ou ideológicos, o Pró-Paraná tem como principal objetivo integrar interesses dos vários segmentos da sociedade paranaense em busca de solução para os problemas do estado.

Entre as conquistas recentes mais importantes estão a Ponte de Guaratuba, o modelo de concessão de rodovias, a terceira pista do Aeroporto Afonso Pena e a ponte que liga o Paraná com o Paraguai, em Foz do Iguaçu.

UNIÃO – Segundo o presidente da entidade, o engenheiro e empresário Marcos Domakoski, as conquistas são resultado da união de muitas pessoas.

“Paranaenses, natos ou de coração, tiveram visão de futuro e generosidade para se dedicar aos interesses da sociedade”, afirmou Damakoski, que também destacou a atuação de Cida. “Cida teve um papel fundamental nessas conquistas e contribuiu muito como governadora do Estado”, acrescentou Domakoski.

Ao citar os desafios do futuro, Marcos Domakoski mencionou a renovação do Anexo C do Tratado de Itaipu, a construção de mais parcerias para as concessões rodoviárias, dando sequência ao sucesso dos leilões do primeiro e do segundo lotes, bem como a criação do Fundo Sul, proposta que tramita no Congresso Nacional para que o Sul e o Sudeste contem com um recurso já presente nas demais regiões do Brasil e vital para apoiar áreas de baixo Índice de Desenvolvimento Humano.

“Confiamos nos paranaenses e sonhamos alto. Sempre unidos por esse ideal maior que é o bem de toda a gente do Paraná”, resumiu.

PRESENÇAS – O evento contou ainda com a presença do desembargador João Pedro Gebran Neto e dos deputados Alexandre Curi e a Marcia Huçulak; do juiz federal Friedmann Wendpap, representando o presidente da Associação Paranaense de Juízes Federais (Apajufe), Anderson Furlan; da juíza federal Patricia Panassolo; do advogado Alessandro Panassolo; dos prefeitos de Guaratuba, Roberto Justus, e de Matinhos, Zé da Eclair; e da diretora da unidade de jornais do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCom), Ana Amélia Filizola.

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

1 COMENTÁRIO

  1. Cida borguetti tá virando uma verdadeira assombração política… Vive querendo e tentando aparecer em tudo!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui