17.5 C
Paraná
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioPolíticaEduardo Pimentel supervisiona a construção de casas sustentáveis

Eduardo Pimentel supervisiona a construção de casas sustentáveis

spot_img

O prefeito em exercício Eduardo Pimentel vistoriou o imenso canteiro de obras do Bairro Novo da Caximba, a maior intervenção socioambiental da história recente da cidade. No local, a Prefeitura constrói 792 moradias e comércios para o reassentamento das famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social e sanitária na Vila 29 de Outubro, ocupação irregular na Área de Preservação Ambiental das bacias dos rios Barigui e Iguaçu, no bairro Caximba.

São obras das etapas 1 e 2 do projeto de Gestão de Risco Climático Bairro Novo da Caximba (PGRC), que prevê o reassentar 1.147 famílias e regularizar os domicílios de outras 546, organizando o território e permitindo a recuperação da área de preservação. No total, 1.693 famílias da Vila 29 de Outubro serão contempladas com o projeto.

Cerca de 90% das moradias das primeiras etapas estão em construção, recebendo algum tipo de serviço, seja da fase de fundação, execução dos baldrames, alvenaria ou laje.

“É uma revolução habitacional, social e ambiental. São obras que vão nos permitir dar dignidade às pessoas que hoje vivem à beira do rio e terão suas casas próprias. São obras de uma Curitiba sustentável”, disse Eduardo Pimentel.

As obras avançam pelas quadras, em diferentes estágios, mas já revelam como será o novo bairro da cidade. As unidades habitacionais são distribuídas em sobrados, têm em média 50 m², com dois quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, acesso individual para a rua.

Todas estão sendo construídas com sistema de energia solar on grid e reservatório para captação e reuso de água da chuva. A entrega de um primeiro lote de moradias está prevista para o primeiro semestre de 2024.

Além de vistoriar o canteiro de obras, Eduardo Pimentel esteve no Escritório Local do Caximba (ELO), ponto permanente da Cohab à disposição da comunidade beneficiada pelo projeto, e conferiu áreas da Vila 29 de Outubro de onde serão retiradas as primeiras famílias, para o avanço das próximas etapas do projeto.

Em setembro, tiveram início as obras das etapas 3 e 4 do projeto que prevê a construção de outras 223 unidades habitacionais e comerciais e a regularização fundiária da área já urbanizada da Vila 29 Outubro, que não vai ser reassentada. Nestas etapas as equipes trabalham na instalação do canteiro de obra, na execução de terraplenagem, corte e aterro para o nivelamento dos lotes. Para as próximas semanas está prevista o início da concretagem das estacas para fundação das novas unidades habitacionais.

Nestas duas etapas também estão previstos serviços para o abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, instalação de energia elétrica, microdrenagem, pavimentação e paisagismo.

O prefeito em exercício esteve acompanhado do secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues, do presidente da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), José Lupion Neto, e do administrador da regional Tatuquara, Marcelo Ferraz.

“As obras avançam dia a dia, dando forma, significado e nova perspectiva de vida pata toda uma comunidade, para toda a cidade, com uma intervenção que busca oferecer moradia com dignidade e respeito à natureza”, disse o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

Além da construção dos sobrados, outras frentes de serviços seguem em andamento no Bairro Novo da Caximba, entre elas os processos de fundação em novas quadras, com preparação de platôs e a concretagem das estacas nos terrenos onde mais unidades habitacionais serão construídas.

Há poucos metros de distância do novo loteamento seguem as obras de reforma e ampliação da Escola Municipal Joana Raksa, que vai receber novas salas de aula e espaços de educação para expandir e oferecer vagas na região. A expansão da escola integra o PGRC.

O PGRC também contempla serviços de pavimentação das novas vias que serão criadas no loteamento, redes de energia, água e saneamento, paisagismo e iluminação pública em LED.

As obras do Projeto de Gestão de Risco Climático Bairro Novo da Caximba têm o financiamento da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Além das casas e da Reurbanização, novos equipamentos de saúde, educação e assistência social.

Também acompaharam a vistoria o administrador da regional CIC, Raphael Kenji, o vereador Mauro Bobato, a diretora de Relações Comunitárias da Cohab, Meiri Morezz, e os engenheiros da Smop responsáveis pela fiscalização da obra, Rodrigo Almeida e César Leonardo Guerra.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui