InícioCidadesPolíticas sociais de habitação a idosos viram modelo para...

Políticas sociais de habitação a idosos viram modelo para todo Brasil

spot_img

O Paraná Portal informa que o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) entregou o certificado de Cidade Amiga do Idoso para 11 municípios paranaenses, o projeto é uma iniciativa conjunta da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) para incentivar a promoção de ações e políticas sociais públicas para o cuidado com a população da terceira idade.

Agora, das 18 cidades brasileiras que fazem parte da Rede Global de Cidades e Comunidades Amigas das Pessoas Idosas, 12 são do Paraná. Além disso, outras 11 localidades já concluíram os planos para aderir ao processo, primeiro passo para a obtenção do selo internacional.

Essa não é a primeira vez que as políticas sociais do governo do Paraná são premiadas. O projeto “Viver Mais”, que é a construção de condomínios para idosos do Paraná, recebeu o Selo de Mérito, um prêmio nacional que reconhece as melhores práticas no setor de habitação pública, durante a realização do 68º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, no ano de 2021. 

Os empreendimentos do Viver Mais são construídos em formato de condomínios horizontais fechados com 40 moradias adaptadas, além de diversos espaços de uso comum pensados para dar suporte e promover a qualidade de vida dos moradores.

Hoje, sem dúvidas, o governo do Paraná é um dos que mais investem, em todo Brasil, em políticas de habitação, tanto para idosos, quanto para a população geral. Não por acaso, essas iniciativas implementadas pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior viraram referência em todo o país. 

Na semana passada, uma comitiva do governo de Minas Gerais esteve no Paraná para conhecer os projetos desenvolvidos no Estado. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social de Minas Gerais, Elizabeth Jucá, o Paraná foi procurado por ser um modelo de boas práticas em nível nacional.

A Secretaria Nacional de Habitação, órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Regional, também estuda replicar conceitos paranaenses em nível federal.

Entre os projetos que ganharam destaque nacionalmente, está a construção o “Casa Fácil”, um dos maiores programas de moradias do Brasil que vai beneficiar 30 mil famílias, e gerar 100 mil postos de trabalho no setor da construção civil, em um momento importante de retomada da economia.

O financiamento para construção de casas é destinado a famílias com renda de um a seis salários mínimos. O investimento é de R$ 450 milhões, e o Casa Fácil é realizado pelo governo do Estado em parceria com a Copel, Sanepar e prefeituras.

Outra iniciativa que recebeu sinal verde no mês de fevereiro foi a construção da primeira Cidade do Idoso, em Irati, região Centro-Sul, com a assinatura da ordem de serviço.

O Complexo terá capacidade para receber até 500 pessoas, em um investimento superior a R$ 7 milhões. O projeto é pioneiro no Estado e reunirá em um mesmo ambiente uma série de serviços, como atividades físicas, atenção à saúde específica para esta faixa etária, cozinha comunitária, letramento, aulas de informática, dança, música, além de integração social e cultural.

Os usuários poderão passar o dia no local de forma gratuita, retornando para suas casas no fim da tarde. Serão ofertados serviços de medicina, enfermagem, nutrição, serviço social, fisioterapia, terapia ocupacional e voluntariado.

Além de propor atividades ao ar livre, recreativas, passeios, alfabetização, piscina para hidroginástica e calendário de comemorações festivas, a Cidade do Idoso vai dispor de biblioteca, sala de música, salão de jogos, campo de bocha, academia, jardim e capela para celebrações ecumênicas.

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui