15.1 C
Paraná
sábado, julho 13, 2024
spot_img
InícioPolíticaProgressistas desistiu de Silvio Barros II?

Progressistas desistiu de Silvio Barros II?

spot_img

A presença do secretário de Indústria e Comércio do governo Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), o deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP), em um almoço com o presidente estadual do União Brasil, Felipe Francischini, o deputado estadual Delegado Jacovós, o presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa (PP) e o prefeito Ulisses Maia (PSD), no escritório regional do deputado estadual Do Carmo (UB), gerou comentários de que Silvio Barros II dificilmente irá participar da eleição de seis de outubro do próximo ano.

Do Carmo escreveu nas redes sociais: ”hoje recebemos nosso presidente Estadual do União Brasil, Felipe Francischini, e agradeço as forças políticas de Maringá que estiveram recepcionando e debatendo o cenário da nossa cidade e do Paraná.”

Silvio Barros por mais que tenha saído na frente nas pesquisas eleitorais na cidade canção dificilmente emplaca um novo mandato, o entendimento é de que ele atingiu a patamar máximo, e com as forças políticas convergindo para outras direções, principalmente para a candidatura do deputado estadual Do Carmo, uma liderança nova e sem ligações diretas com a família Barros, o cheque mate foi dado.

Caso Do Carmo viabilize o nome, a tendência é do deputado estadual Delegado Jacovós (PL) sair como vice ou indicar um nome do partido, afastando definitivamente Ricardo Barros do centro do poder e tornando dele um coadjuvante.

Ricardo Barros aposta todas as fichas na herdeira política, a deputada estadual Maria Victoria (PP), para ser a vice de Eduardo Pimentel (PSD), em Curitiba, tirou a maioria dos assessores de Maringá, o que de forma fragilizou a presença dele na cidade.

A discussão nos bastidores da política paranaense é qual será a articulação de Ricardo Barros, adere ou não a aliança União Brasil e do Partido Liberal ou perde definitivamente a base em Maringá?

Como o prefeito Ulisses Maia projeta sair deputado federal em 2026, Ricardo Barros tem a hegemonia dele ameaçada e muitos acreditam ser o começo do fim caso fique de fora da Prefeitura.

Mas como Ricardo Barros é um político habilidoso ele pode reconhecer Do Carmo como nome da vez, assim como admitiu o presidente da Câmara, Mário Hossokawa, em uma entrevista para a RCC News, na semana passada.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui