PSDB aposta em lideranças emergentes para 2022

0
, Fernanda Viotto (Foto: rede social FV)
Publicidade

Fernando Tupan, no Blog do Tupan, conta que após perder o presidente estadual Paulo Litro, o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, além de lideranças, o PSDB começou a se reestruturar para a eleição de dois de outubro de 2022, sob o comando do ex-governador Beto Richa e vem atraindo filiados com capacidade de liderar e apostando no momento político pós-pandemia, quando a nova geração vai se consolidar nos principais postos de comando no Estado.

Após a chegada de Cesar Silvestri para disputar ao governo pelo PSDB, ex-integrantes do Podemos estão puxando o time da legenda devido as limitações do fundo eleitoral e os problemas para a formação da chapa de estadual e federal competitiva.

Por exemplo, a vice de Marcos Stamm (morto no ano passado) na disputa pela Prefeitura de Londrina em 2020, Fernanda Viotto, preferiu seguir Cesar Silvestri do que naufragar no Podemos, de Alvaro Dias, e ser escadinha para eleger Deltan Dallagnol deputado federal.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui