InícioEsporteTécnico de Curitiba ajuda o Brasil a conquistar medalhas...

Técnico de Curitiba ajuda o Brasil a conquistar medalhas em torneio internacional de boxe

spot_img

A Equipe Olímpica Permanente de Boxe do Brasil vai voltar com a bagagem cheia de medalhas de Debrecén, na Hungria. No sábado (12/2), os atletas brasileiros no feminino e masculino conquistaram 16 medalhas no total no tradicional 66th Bocksai Istvan Memorial International Boxing Tournament. O técnico curitibano Adailton Gonçalves, beneficiário do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba estava junto com a equipe e traz as conquistas para Curitiba. 

O técnico Adailton Gonçalves afirmou que esse trabalho já está sendo feito pensando nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. “Conquistamos o título geral por equipes no feminino e ganhamos o 2º lugar geral no masculino. Isso mostra que o trabalho está sendo bem feito. Já estamos pensando em 2024, nos Jogos de Paris”, afirmou Adailton Gonçalves, que voltou com a Equipe Permanente para Santo Amaro (SP).

Conquistas

Todas as finais foram no sábado (12/2). De acordo com informações da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe), a equipe feminina brasileira de boxe conquistou o título de campeã por equipes. As brasileiras conquistaram 7 medalhas na competição, sendo 4 ouros, 1 prata e 2 bronzes. 
 
Bárbara Santos (70kg) fez uma grande luta contra a atual campeã olímpica e mundial Busenaz Surmeneli, da Turquia. Após perder o primeiro round, a brasileira partiu para cima e venceu os dois rounds seguintes. O volume de golpes de Bárbara acabou cansando a experiente atleta da Turquia. Bárbara venceu por 3:2 e conquistou o ouro.

Jucielen Romeu (57kg) fez uma excelente luta contra Jelena Zekic, da Sérvia. Dominou do início ao fim a luta e Jucielen conquistou o ouro após vencer por unanimidade. Beatriz Ferreira (63kg) fez uma campanha impecável na competição e conquistou o troféu de melhor atleta do torneio. Na final, venceu Jelena Janicijevic por unanimidade e conquistou o ouro.

Beatriz Soares (66kg) nem precisou lutar para subir no lugar mais alto pódio. Ela venceu por W.O. Nikolina Gajic, da Sérvia. Rebeca Santos (60kg) ficou com a medalha de prata após ser superada pela inglesa Whitewel Shona por 5:0.

O Brasil ainda conquistou as medalhas de bronze com Caroline Almeida (52kg) e Viviane Pereira (75kg).

Masculino 
 

A equipe masculina também fez bonito e conquistou 9 medalhas, sendo 5 ouros e 4 bronzes.  O Brasil foi a equipe masculina que mais conquistou medalhas de ouro, na frente da Ucrânia, que conquistou quatro ouros.

Ronald Ribeiro (54kg) lutou e venceu a final contra o húngaro Gárbor Virbán por 4:1. Wanderley Pereira (75kg) venceu no primeiro round, por RSC R1 (quando o juiz interrompe para preservar a integridade física do atleta em desvantagem), o húngaro Barnabás Hegyi. 

Isaias Filho (80kg) nem precisou lutar. Ele venceu por W.O. o ucraniano Tolmachov Bogdan e conquistou o ouro. Keno Marley (86kg) teve uma luta difícil contra o ucraniano Isakov Andrii, que pressionou o tempo todo tentando abafar as investidas do brasileiro. Com muita habilidade, Keno conseguiu encaixar os melhores golpes e venceu por 3:2. Abner Teixeira (+92) lutou bem e venceu o austríaco Ahmed Hagag por 4:1, conquistando mais um ouro para o Brasil.

As medalhas de bronze ficaram com: Wanderson Oliveira (67kg), Jhonatan Soares (71kg) e Ramon Batagelo (92kg)

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui