InícioEducaçãoALEP aprova a inclusão peixe na merenda escolar

ALEP aprova a inclusão peixe na merenda escolar

spot_img

A iniciativa é do deputado Luiz Fernando Guerra (União) e prevê a inserção de peixe no cardápio da merenda escolar, ao menos uma vez na semana, nos mais de 2.100 colégios da Rede Estadual de Ensino do Paraná, beneficiando a saúde de mais de 930 mil alunos.

Luiz Fernando Guerra destacou a importância da ação. “O Paraná é uma potência na produção de pescados e nada mais justo que nossos jovens sejam beneficiados com o produto que ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, contribui para o controle de colesterol, é rico em proteína, vitaminas e minerais, além de ser uma excelente fonte de ômega 3. Estaremos cuidando da saúde dos nossos alunos e valorizando a psicultura do nosso Estado”, destacou Guerra.

Atualmente, embora o estado seja o grande produtor de pescados do Brasil, especialmente de tilápias, muitas famílias não têm condições ou o hábito de consumir peixe com frequência, o que torna o acesso ao produto mais difícil. Com a inserção do peixe na merenda, quase 1 milhão de jovens terão a oportunidade de consumir diferentes tipos de pescados ao menos uma vez na semana.

A criação comercial de tilápias, por exemplo, acontece em 363 dos 399 municípios e Nova Aurora, no oeste do estado, é a líder no ranking de produção, representando 13,82% do total. Em 2022, a negociação de tilápia paranaense aconteceu com 34 países, sendo os Estados Unidos o maior comprador do peixe.

Somente no ano passado foram cultivadas 860.355 toneladas de peixes no Brasil, com receita de cerca de R$ 9 bilhões, de acordo com o levantamento do “Anuário 2023 Peixe BR da Piscicultura”. O crescimento foi de 2,3%, sobre as 841.005 toneladas de 2021. Essa produção está espalhada por 26 estados, além do Distrito Federal. O Paraná é o estado campeão no ranking, com 194 mil toneladas.

O Paraná tem o título de estado que mais produz tilápias no Brasil, com 34% do volume total. Em 2022 os paranaenses cultivaram 187.800 toneladas da espécie, 3,2% a mais do que no ano anterior. Com isso, a Região Sul aparece bem na frente no ranking, somando 239.300 toneladas (43,5%). A segunda posição no cultivo nacional de tilápia fica com São Paulo, que produziu 77.300 toneladas em 2022 e teve aumento de 1,5% sobre o volume de 2021.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui