20.7 C
Paraná
quinta-feira, julho 25, 2024
spot_img
InícioCultura"As histórias são iguais" ganha edição em vinil e...

“As histórias são iguais” ganha edição em vinil e livro conta como tudo começou

spot_img

Relespública celebra 20 anos dp disco mais emblemático da carreira

Duas décadas atrás Curitiba conheceu um dos seus clássicos musicais. Com o lançamento do disco “as histórias são iguais”, a banda Relespública atingia o ponto de maturidade pop na trajetória iniciada no final da década de 80 do século passado, por uma molecada com idade entre 13 e 15 anos. Não foi preciso tanto tempo para que o álbum se destacasse na discografia da banda e da capital, fincando raízes também entre os grandes discos da música independente brasileira.

Claro que a data não poderia passar em branco e a Relespública vai comemorar com os amigos e com um lançamento duplo.

No dia 16 de setembro, às 15h, o Restaurante Nina recebe o lançamento do livro homônimo, que conta os bastidores do nascimento da obra prima da “Reles”, publicação da editora Barbante, escrito pelo publicitário Marcelo Dallegrave e pela jornalista Melissa Medroni, com ilustrações de Guilherme Caldas. Os três estarão autografando e quem já fez a pré compra pelo site poderá receber seu livro no evento.

Está saindo do forno, também, uma versão comemorativa em vinil, lançamento da gravadora Monstro Discos – Série Ouro. O disco está em pré-venda pelo site da gravadora e terá alguns exemplares sorteados.

Um dia antes do lançamento, a Reles vai receber convidados que acompanharam o nascimento do disco em um lugar que também faz parte da memória afetiva do trio, o Wonka bar, instalado em uma das quadras mais musicais da cidade, na Trajano Reis. O Wonka foi escolhido porque o disco nasceu por ali, nos vários bares que existiram na época, como o Birinight e o Motorrad, não muito longe do Empório São Francisco, que foi casa da banda por anos.

Uma das mais importantes formações musicais de Curitiba, a Relespública é também a mais longeva com sua formação clássica, o trio Fabio Elias (voz, composições e guitarras), Ricardo Bastos (contrabaixo) e Emanoel Moon (bateria.)

Lançado pela Monstro Discos em 2003, o clássico disco em edição comemorativa é em vinil 180 gramas laranja translúcido, foi remasterizado e tem duas faixas bônus! Originalmente com 11 músicas, o álbum alterna o tradicional mod do grupo, com fortes referências a The Who e Kinks, com baladas precisas e ainda traz uma música inédita do Ira! (“A Fumaça é Melhor que o Ar”, nunca gravada pela banda) e com participação especial do vocalista Nasi, que também canta em “Boatos de Bar”, música da fase inicial da banda. 

Outros destaques são os hits “Nunca Mais”, “Garoa e Solidão”, “Essa Canção” e “Marcianos”. Essa edição em vinil traz ainda duas faixas bônus: “Mudando os Sentidos” e “James Brown” (com participação do guitarrista Edgard Scandurra, também do Ira!).

Na obra, Melissa Medroni e Marcelo Dallegrave revelam as origens do grupo, os altos e baixos de sua trajetória e as histórias de bastidores.  Organizada no formato faixa a faixa, a publicação é ilustrada por Guilherme Caldas, autor das artes originais do disco.  Melissa e Marcelo olham para sua própria história ao relembrar a caminhada da banda, em um relato que começa com a declaração de como o disco é parte da memória afetiva do casal. O prefácio assinado pelo jornalista Ivan Santos, que teve uma passagem rápida pela banda, e a quarta-capa assinada por Xanda Lemos (banda Criaturas) completam o circuito afetivo em torno do lançamento.

Melissa Medroni é paulistana, jornalista e servidora pública federal. Marcelo Dallegrave é curitibano, fotógrafo, vocalista da banda Squalidus Johnsons e servidor público. O casal também escreveu, da coleção Sound+Vision, Corredor Polonês — Patife Band e a criação da obra-prima esquecida do rock brasileiro, atualmente esgotado.

As Histórias São Iguaisé o quinto volume da coleção Sound+Vision, da editora Barbante. Os livros têm formato de bolso e se debruçam sobre um álbum específico em duas frentes: o texto do autor é acompanhado de imagens feitas por artistas visuais convidados, que traduzem graficamente as músicas de cada disco.

A Barbante nasceu em Curitiba em 2016. Aliando conteúdos de qualidade com acabamentos gráficos fora do convencional e de primeira linha, conecta livros e leitores em tiragens limitadas que mesclam o alto padrão oferecido pelas grandes casas editoriais com a delicadeza e o cuidado das edições feitas à mão por selos independentes.

Serviço:

Lançamento do livro e do vinil comemorativo As Histórias São Iguais

Dia 16/09/2023, a partir das 15h.

Nina Restaurante (R. Mal. Deodoro, 847)

Entrada franca.

Para comprar o livro:

Envios a partir de 18/09. R$ 39,90

Para comprar o Vinil:

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui