23.3 C
Paraná
terça-feira, maio 21, 2024
InícioGeralChuvas de abril ficam acima da média em grande...

Chuvas de abril ficam acima da média em grande parte do Paraná

spot_img

As chuvas de abril ficaram acima do esperado em grande parte do Paraná, bem diferente do que aconteceu no mesmo mês em 2021, quando a seca dominou o mapa do Estado. Já as temperaturas estiveram dentro do comportamento histórico. O mês passado foi marcado ainda pelo registro de menor temperatura do ano em General Carneiro (região Sul) e fechou com tempestades de granizo e vendaval, que impactaram o fornecimento de energia elétrica, especialmente em Maringá.

Os dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) sobre as precipitações em 11 estações meteorológicas revelam que na maior parte delas o índice pluviométrico ficou acima da média. Chegou até a quadruplicar em Foz do Iguaçu (409%), onde choveu 299 mm, frente a uma média histórica de 73,1 mm para o mês.

Em Campo Mourão (149,4 mm), Francisco Beltrão (276,4 mm), Cascavel (254,8 mm) e Pato Branco (276,4 mm) o acumulado foi praticamente o dobro do esperado. No Litoral, ao contrário, o desvio foi negativo (anomalia): em Antonina o índice foi de 152,3 mm de precipitação, 17,7% abaixo do esperado; em Guaratuba, choveu 151,2 mm, 22,3% abaixo da média.

“O mês de abril foi marcado com chuvas acima da média nas regiões Noroeste, Oeste, Sudoeste e Sul do Paraná. Nas demais, os acumulados estiveram próximos ou pouco abaixo da média histórica. Esse comportamento pode ser associado pelo gradual enfraquecimento fenômeno La Niña e também a uma maior interação entre as frentes frias e a umidade que vem da Amazônia”, analisa a meteorologista do Simepar, Lidia Mota.

O padrão foi bem diferente em abril de 2021, quando o regime de chuvas ficou abaixo da média em todo o Estado. “Tivemos a influência da La Niña de forma bem mais significativa, mantendo o regime mais seco sobre o Paraná”, cita a meteorologista.

O comportamento das temperaturas esteve dentro da média esperada sobre todo o Estado. O município de General Carneiro, no extremo Sul do Estado, registrou a menor temperatura do ano e do Estado na manhã do dia (15).

TEMPORAL – Temporais fecharam o mês atingindo com mais força os municípios das regiões Oeste, Sudoeste, Sul e Metropolitana de Curitiba, na madrugada do dia 23. De acordo com o Simepar, a passagem de uma frente fria pelo Estado desencadeou os temporais acompanhados de muitas descargas elétricas, rajadas de ventos e chuva de granizo em diferentes cidades. Com rajadas de vento que chegaram a 91,8 km/h, foi considerado um dos piores eventos climáticos na região Noroeste. E o mais severo da história da Copel no município.

No auge das chuvas, 473 mil domicílios chegaram a ficar sem energia em diversas regiões do Paraná. As equipes da Copel fizeram uma força-tarefa por cinco dias. Às 21h23 da quarta-feira (27), a Companhia finalizou o trabalho de recomposição da rede de energia elétrica de Maringá, destruída pelo vendaval. Ao todo, mais de 800 técnicos e eletricistas de serviços e manutenção, e até de equipes de obras, atuaram nas ruas da cidade para a reconstrução, muitas deles de outras regiões do Paraná.

O Boletim de Ocorrências da Defesa Civil mostrou que os temporais atingiram 16 municípios e afetaram 11.401 pessoas (sem contar as quedas de energia), sendo que 48 tiveram que deixar as suas casas. Para mitigar os efeitos e atender emergencialmente as famílias afetadas, a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil levou ajuda humanitária e entregou telhas, colchões e kits dormitórios.

MAIO – Para este mês de maio, a meteorologista explica que a expectativa continua sendo de gradual enfraquecimento do fenômeno La Niña. “O que poderá induzir chuvas próximas um pouco abaixo da média esperada, no entanto não se descarta a possibilidade de algumas regiões apresentarem chuvas acima da média”, cita. O comportamento das temperaturas também deve se manter dentro do esperado.

Confira tabela de precipitações:

Chuvas abril –
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui