15.9 C
Paraná
domingo, junho 23, 2024
InícioCidadesConferência Estadual de Igualdade Racial será em Maringá

Conferência Estadual de Igualdade Racial será em Maringá

spot_img

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e o Conselho Estadual da Promoção da Igualdade Racial promovem nos dias 8, 9 e 10 de abril, em Maringá, no Noroeste, a V Conferência de Promoção da Igualdade Racial. O evento vai reunir delegados dos municípios paranaenses para discutir e votar as propostas que foram apresentadas nas conferências municipais.

O secretário Ney Leprevost destaca as ações do Governo no combate ao racismo e à discriminação e ressalta a importância da Conferência em trazer temas atuais para discussão. “O racismo é a maior chaga da humanidade. Em nome do racismo foram cometidos grandes crimes ao longo da história. Ele está enraizado na nossa sociedade. É essencial aprimorar os mecanismos contra a discriminação”, afirmou.

O presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Consepir), Saul Dorval da Silva, adianta que algumas propostas já estão definidas para serem votadas durante a Conferência, como a inclusão das histórias africana e indígena na grade curricular das escolas do Paraná e o incentivo para as empresas que contratarem mais pessoas negras. “O plano também prevê o combate à discriminação contra outras comunidades, como os ciganos, indígenas e quilombolas”, disse.

A Conferência Estadual vai apresentar ainda reivindicações específicas de algumas comunidades como, por exemplo, mais escolas para a comunidade cigana; reforço no atendimento à saúde para os indígenas e apoio nas ações ambientais dos quilombolas.

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS – O Consepir percorreu 50 municípios paranaenses para organizar as conferências, que têm até o dia 20 de março para registrar as propostas que pretendem levar à votação na Conferência em Maringá. Cada conferência municipal pode aprovar até três propostas e enviá-las ao Conselho para serem colocadas em discussão.

“O trabalho do secretário Ney Leprevost e do governador Ratinho Junior já está rendendo frutos no combate ao racismo e à discriminação”, afirma Saul Dorval.

PROMOÇÃO DA IGUALDADE  Em novembro do ano passado o Governo lançou o Plano Estadual de Políticas para Promoção da Igualdade Racial do Paraná, documento que traz orientações e metas do Governo para as políticas de combate ao racismo e à discriminação no Estado.

Em fevereiro deste ano, o Governo redigiu a minuta do projeto de lei que institui a Proteção à Liberdade Religiosa no Paraná. O texto ainda será encaminhado para a Assembleia Legislativa. A proposta é fruto de uma reunião com lideranças religiosas católicas, evangélicas, judaicas, muçulmanas, kardecistas e de matriz africana, para proteger as práticas religiosas e criar mecanismos administrativos contra grupos que propagam discurso de ódio religioso e racial.

“Práticas que semeiam o ódio, o racismo e a intolerância religiosa são inadmissíveis. É dever do Estado e da sociedade o combate diário a essas agressões”, afirmou Leprevost.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

1 COMENTÁRIO

  1. Racismo é coisa que deve ser tratada dentro de salas de aulas desde o maternal até a conclusão da graduação… Reunir adultos… Entidades partidárias, etc… Etc… Etc… Tudo pago com o dinheiro público é um absurdo vergonhoso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui