15.9 C
Paraná
domingo, junho 23, 2024
InícioGeralInscrições do Vestibular de Inverno da UEM oferta 1.170...

Inscrições do Vestibular de Inverno da UEM oferta 1.170 vagas

spot_img

As inscrições para o Vestibular de Inverno 2023 na Universidade Estadual de Maringá (UEM), começaram nesta terça-feira (30). O prazo limite é 10 de julho. Para o ano letivo de 2024, estão abertas 1.170 vagas em cursos nas unidades de Maringá, Umuarama, Ivaiporã, Cidade Gaúcha, Goioerê e Cianorte. Confira o edital.

A taxa de inscrição é R$ 177 e o prazo limite para o pagamento é 12 de julho. O último concurso de inverno foi realizado em 2019, o primeiro desde a pandemia. Entre as Organizações Estaduais de Educação Superior (IEES), a UEM será a principal a realizar o desafio este ano.

Serão isentos da taxa os candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadnico) e com membros de família de baixa renda (até meio salário mínimo por pessoa). Avisos específicos serão disponibilizados no site detalhando os procedimentos, calendário e regras do procedimento de isenção. O edital das inscrições será publicado no dia 18 de julho e os locais das provas serão divulgados no dia 27 de julho. A prova será realizada no dia 27 de agosto de 2023, das 13h50 às 19h00.

O CVU tem realizado progressões ao ciclo de avaliação e escolhas de cursos. Na última reunião da Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP), foi apoiada a Meta 005/2023, que trouxe mudanças na configuração do concurso público reunido da fundação. A possibilidade do candidato selecionar até três cursos de graduação no ato da matrícula é uma das principais mudanças.
Ainda assim, a Resolução diz que, para cada curso, devem ser classificados primeiro todos os candidatos que escolheram a primeira opção, seguidos pelos candidatos que se inscreveram na segunda opção e, por fim, pelos candidatos que escolheram a terceira. Os cursos que o candidato irá escolher não precisam se preocupar em estar em uma região semelhante.

A prova não conterá mais questões específicas de conhecimento para possibilitar a inscrição em mais de um curso. Continuará com 50 questões de múltipla escolha divididas entre as áreas de conhecimento da Base Curricular Comum da Educação Básica: Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Linguagens e suas Tecnologias – Língua Portuguesa e Literatura, Linguagens e suas Tecnologias – Artes, Educação Física e Língua Estrangeira, Matemática e suas Tecnologias.

Outra novidade é que, a exemplo do Processo de Avaliação Seriada (PAS/UEM), cada redação receberá 120 pontos e será avaliada por dois membros da comissão criada especificamente para esse fim. A comissão deve ser composta apenas por profissionais formados em letras e/ou especialistas, mestres ou doutores em literatura, linguística ou português.
Os procedimentos de aplicação e teste são objeto de outras atualizações. Uma das novidades é que o candidato receberá um QR Code após a finalização do cadastro, com o qual poderá efetuar o pagamento por meio de uma foto da guia de coleta. O pedido também permite arquivo de prova reconhecível em design avançado.

O reconhecimento facial também será utilizado neste vestibular: na hora da prova, na inscrição e durante as aulas do ano letivo. O CVU e o DAA as armazenarão e, no futuro, essas imagens serão comparadas para garantir que o competidor e o aluno que assiste às aulas sejam os mesmos.

A possibilidade das pessoas cadastradas usarem seu nome social é outra inovação. No passado, apenas o nome civil poderia ser usado.
Certos quesitos que zeravam a redação foram excluídos. Na prova de conhecimentos gerais o candidato que zerava a prova não tinha sua redação corrigida, agora ela será. Se ele não zerar a redação, não será desclassificado.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui