17.5 C
Paraná
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioCidadesLondrina ganha Museu do Café

Londrina ganha Museu do Café

spot_img

Para preservar e valorizar a memória da cultura cafeeira, que impulsionou o desenvolvimento do norte do Paraná e sagrou Londrina como a “capital mundial do café” por muitos anos, nesta semana foi inaugurado o Museu do Café.

Instalado no Sesc Londrina Cadeião, o museu conta a história da produção do café, passando por períodos marcantes como a Geada Negra de 1975, e utiliza a tecnologia para interação e experiências sensoriais que interligam passado, presente e futuro.

Na solenidade de lançamento, participaram o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), juntamente com o vice-governador e presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac-PR, Darci Piana (PSD), e o vice-prefeito de Londrina, João Mendonça (Pode), entre outras autoridades.

As exposições trazem 750 itens de acervo pessoal, doados pela comunidade, que ajudam o público a mergulhar nesse contexto. No local, também haverá vivências de plantio, jogos educativos e experiências táteis, tudo com entrada gratuita.

Durante a inauguração do novo equipamento cultural de Londrina, o governador Ratinho Júnior citou que sua família trabalhou na produção do café desde que seu avô migrou de Minas Gerais para o norte do Paraná. “O café faz parte da história do paranaense, diretamente ou indiretamente. Quantas famílias, como a do meu avô, vieram para cá justamente pra trabalhar no café. E o café também trouxe a crise, com a Geada Negra que acabou com os cafezais, mas aí veio a oportunidade. Talvez, se não tivesse tido aquela geada, o Paraná não seria essa potência na produção de alimentos tão variados que nós produzimos no dia a dia. Então essa história tem que ser preservada, as crianças de hoje têm que entender como é que Londrina chegou até aqui, como o norte do Paraná se transformou nessa potência. E tudo isso foi fruto do café e das pessoas que trabalharam nas lavouras de café”, enalteceu.

A busca pela valorização e manutenção da história do Paraná entre as novas gerações foi reforçada pelo presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac-PR e vice-governador, Darci Piana. “Estamos preservando aquilo que foi o grande momento da economia do Paraná, que foi o café. Para mim, é uma alegria imensa poder estar aqui, contribuindo para essa história que a gente tem na memória e que a gente gostaria que os outros pudessem participar, visitando esse museu”, acrescentou.

Durante o lançamento, o vice-prefeito de Londrina, João Mendonça, afirmou que a cidade e região recebem um presente do Sistema Fecomércio Sesc Senac Paraná com a inauguração do primeiro museu da instituição. “Nossa história permanece viva, ela não morreu. A história do café em nossa região tem muitos desdobramentos, teve seu auge, a geada, muitas famílias perderam tudo o que tinham. Hoje vemos a retomada e a transformação do café, principalmente as mulheres presentes na produção dos cafés especiais em nossa cidade”, contou.

Dentre as autoridades que participaram da inauguração do Museu do Café, estavam ainda os secretários estaduais de Turismo, Marcio Nunes, e de Saúde, Beto Preto; o chefe de gabinete do governador, Darlan Scalco; o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), Fernando Furiatti; a deputada federal Luísa Canziani; os deputados estaduais Cloara Pinheiro, Alexandre Curi e Cobra Repórter; o secretário municipal de Governo e procurador-geral do Município, João Luiz Esteves; entre outros.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui