InícioSaúdeMutirão contra a dengue mobiliza saúde no Litoral

Mutirão contra a dengue mobiliza saúde no Litoral

spot_img

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio da 1ª Regional de Paranaguá, participou, no Litoral do Paraná, do mutirão contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. A ação foi realizada em conjunto com a Defesa Civil, Atenção Primária à Saúde (APS) e a Vigilância em Saúde dos sete municípios de abrangência, com o objetivos de remover criadouros, orientar a população para os cuidados e reduzir a transmissão na região.

As equipes estadual e municipais direcionaram as ações onde existem os maiores números de casos e focos do mosquito e ainda fizeram a retirada de materiais que poderiam auxiliar na proliferação da dengue.

Os profissionais visitaram os municípios de Paranaguá (Ilha do Valadares), Morretes (Região Central), Guaraqueçaba (Praça Central), Antonina (na localidade do Km 4, entrada da cidade), Pontal do Paraná (no Centro de Pontal do Sul), Guaratuba (Bairro Vila Esperança) e Matinhos (Balneário de Inajá).

A 1ª RS de Paranaguá é uma das regionais que registra mais casos, com 333 confirmações. Considerando números absolutos, ela está na 5ª posição em relação às 22 Regionais. O município de Paranaguá concentra 278 casos da doença. Antonina tem 18 casos confirmados, Guaratuba, 17, Pontal do Paraná, 13, e Guaraqueçaba e Morretes não contabilizaram nenhum caso. Esses números são referentes ao período epidemiológico da dengue 2023/2024, iniciado em 30 de julho.

“Essa foi mais uma das ações de controle e monitoramento das arboviroses. Com as temperaturas mais altas a tendência é ocorrer aumento significativo no número de casos, principalmente pelo alto fluxo de pessoas na região”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui