11.6 C
Paraná
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioGeralNovo tipo de buraco negro encontrado no 'quintal cósmico'...

Novo tipo de buraco negro encontrado no ‘quintal cósmico’ da Terra

spot_img

Devido à sua notável proximidade com a Terra, dois buracos negros recém-descobertos podem pertencer a uma classe não identificada anteriormente dos misteriosos objetos massivos. Usando dados da missão Gaia da Agência Espacial Europeia (ESA) e uma série de telescópios terrestres de todo o mundo, uma equipe internacional de astrônomos descobriu os buracos negros.

De acordo com a ESA, os dois buracos negros conhecidos como Gaia BH1 e Gaia BH2 são os mais próximos da Terra de todos os que foram descobertos até agora. Gaia BH1 fica a apenas 1.560 anos-luz de nosso grupo planetário em direção ao corpo celeste de Ophiuchus, quase várias vezes mais próximo do que o detentor do recorde anterior. A cerca de 3.800 anos-luz de distância, na direção da constelação de Centaurus, está Gaia BH2. Dentro de nossa própria galáxia, a Via Láctea, ambos são cerca de nove a dez vezes maiores que o nosso sol.

Por que os astrônomos demoraram tanto para descobrir buracos negros tão enormes? porque são quase imperceptíveis. Os buracos negros foram descobertos anteriormente em busca de evidências de sua refeição mais recente; De acordo com a NASA, quando uma estrela ou nuvem de gás interestelar entra em um buraco negro, ela emite uma explosão de radiação eletromagnética que os astrônomos podem detectar para inferir a presença de um buraco negro.

No entanto, em contraste com as descobertas anteriores, Gaia BH1 e 2 são totalmente escuras; Eles estão “dormentes” ou inativos, porque não parecem estar comendo nada no momento. Em vez disso, os buracos negros foram descobertos seguindo cuidadosamente os movimentos de duas estrelas companheiras com a aparência de sóis que orbitam os gigantes cósmicos.

Conforme se moviam pelo espaço, as estrelas apresentavam uma leve oscilação, sinal de que estavam sendo puxadas por algo com muita gravidade, como outra estrela. No entanto, quando os pesquisadores usaram telescópios para examinar a área, não encontraram nada que emitisse radiação. Esses movimentos faziam sentido matemático apenas na presença de um buraco negro.

Embora ambas as estruturas escuras de abertura tenham sido encontradas no final de 2022, os cosmólogos estão começando a ver o valor de quão extraordinárias são as bestas próximas. De acordo com a ESA, a nova pesquisa sugere que, em contraste com os binários de raios-X, que são pares de estrelas-buracos negros que orbitam próximos um do outro e produzem raios-X distintos e radiação de ondas de rádio, Gaia BH1 e Gaia BH2 provavelmente pertencem a um novo tipo de buraco negro que nunca foi observado antes.

Kareem El-Badry, astrofísico do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics e descobridor dos novos buracos negros, disse em um comunicado: “O que diferencia esse novo grupo de buracos negros daqueles que já conhecíamos é sua ampla separação. de suas estrelas companheiras.” Isso é o que os diferencia dos que já conhecíamos. Ele acrescentou que essas aberturas escuras e entorpecidas “possivelmente têm algo completamente diferente na história do que pares de raios x”.

Espera-se que o próximo lançamento de dados de Gaia, programado para 2025, revele mais buracos negros adormecidos e forneça algumas informações (metafóricas) sobre sua formação. As novas descobertas foram divulgadas em 30 de março nos avisos mensais da Sociedade Astronômica Real.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui