15.1 C
Paraná
sábado, julho 13, 2024
spot_img
InícioCiênciaTelescópio ALMA revela quão rápida é a formação de...

Telescópio ALMA revela quão rápida é a formação de planetas

spot_img

Astrônomos tiveram uma oportunidade única de ver as fases iniciais da formação de planetas, graças a nuvens de poeira e gás próximas ao nosso sistema solar. Descobertas a cerca de 700 anos-luz da Terra, essas nuvens, com idade estimada entre 200.000 e 500.000 anos, exibem discos empoeirados e ricos em gás ao redor de uma estrela central – estes indicam o nascimento de planetas. O Atacama Large Millimeter Array (ALMA) capturou imagens desses fenômenos, reveladas na conferência da American Astronomical Society em Nova Orleans.

Apresentadas por Cheng-Han Hsieh da Universidade de Yale, as imagens mostram discos protoplanetários em conhecidas nuvens moleculares como Ophiuchus, Chamaeleon I e Cor Australis. Esses discos apresentam uma estrutura “em forma de rosquinha” com uma larga cavidade central. Notavelmente, alguns discos exibem anéis múltiplos e estruturas espirais, sugerindo fases iniciais da formação de planetas gigantes logo após o desenvolvimento do protótipo estelar.

Essas descobertas desafiam a crença convencional de que discos formadores de planetas precisam de pelo menos dois milhões de anos para gerar planetas semelhantes aos do nosso sistema solar. A ideia de uma formação mais rápida de planetas ganhou força em agosto de 2022, com a descoberta do exoplaneta mais jovem conhecido, um mundo gasoso com meros 1,5 milhão de anos, localizado a 395 anos-luz da Terra.

Determinar precisamente quando a formação de planetas se inicia nos discos protoplanetários continua sendo uma questão fundamental. Os anéis e lacunas detectados nesses discos, embora desafiadores de identificar devido à poeira bloqueando a luz das estrelas, oferecem pistas cruciais. Desvendar esses mistérios é crucial, pois eles lançam luz sobre as fases iniciais da formação de planetas.

Além disso, as observações do ALMA revelam que os discos protoplanetários podem conter tanto gás quanto poeira, levantando questões sobre a evolução dessas duas populações em sistemas planetários. Estudos futuros dos discos protoplanetários iniciais podem revelar a origem do nosso sistema solar, esclarecendo os fascinantes processos que governam a formação planetária.

spot_img
spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui