23.5 C
Paraná
quinta-feira, maio 23, 2024
InícioCiênciaAustralianos descobrem nova espécie de sucuri na Amazônia

Australianos descobrem nova espécie de sucuri na Amazônia

spot_img

Pesquisadores produzindo uma nova série de vídeos em streaming disseram ter descoberto uma espécie de sucuri que mede mais de 6 metros de comprimento.

A equipe liderada por um professor da Universidade de Queensland, na Austrália, disse ter estudado vários espécimes enquanto explorava a Floresta Amazônica. Tais sucuris gigantes foram encontradas deslizando pelo sistema fluvial, à espera de presas.

“Nossa equipe recebeu um convite dos Waoranis para explorar a região e coletar sucuris gigantes”, disse o Professor Bryan Fry em comunicado.

Durante uma expedição de 10 dias, a equipe encontrou uma das sucuris-verdes-do-norte. “Há relatos anedóticos dos Waoranis de certas sucuris na área que medem por volta de 7,5 metros de comprimento e pesam cerca de 500 quilogramas”, afirmou Fry. Os pesquisadores trabalhavam sob a suposição de que as sucuris-verdes encontradas em toda a América do Sul eram da mesma espécie. Após iniciarem a expedição e se depararem com elas, começaram a classificá-las diferentemente como as sucuri-verde-do-norte e as sucuri-verde-do-sul.

Ambas são carnívoras e não venenosas, mas diferem-se geneticamente em 5,5%, porcentagem alta o suficiente para serem consideradas espécies diferentes. “A diferença é imensa! Os humanos, por exemplo, diferem dos chimpanzés em apenas cerca de 2 por cento”, afirmou Fry.

Embora estas cobra sejam grandes comparadas aos congêneres no continente, espécies de pítons no Sudeste Asiático medem tanto quanto para até mais! Segundo relatos zoológicos, algumas pítons medem 8,5 metros de comprimento, mas pesam muito menos que a sucuri-verde-do-norte.

Continua sendo um mistério como a espécie de cobra conseguiu permanecerem ocultas do mundo científico por tanto tempo, especialmente sob ameaças ecológicas. “A desflorestação da bacia amazônica devido à expansão agrícola resultou em uma perda de habitat estimada entre 20% e 31%, e que pode chegar em até 40% até 2050”, disse Fry.

A equipe planeja continuar a expedição procurando por mais espécies em um ambiente impactado pela desflorestação .”A descoberta de uma nova espécie de sucuri é empolgante, mas é crucial destacar a necessidade de pesquisar mais espécies e ecossistemas ameaçados”, afirmou Fry.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui