24.2 C
Paraná
sábado, junho 22, 2024
InícioGeralInscrições do Ganhando o Mundo terminam quarta-feira

Inscrições do Ganhando o Mundo terminam quarta-feira

spot_img

Esta quarta-feira (31) é o último dia para se inscrever no Ganhando o Mundo, programa que envia alunos da rede estadual para estudar em outros países. Você pode se registrar na Área do Aluno. Promovido pela Secretaria de Estado de Treinamento (Seed-PR), em 2023, são propostas 1.000 oportunidades para cinco objeções únicas: Inglaterra, Nova Zelândia, Austrália, Canadá e Estados Unidos 10.800 alunos se inscreveram até agora.

Alunos da primeira série do ensino médio que cursaram da sexta à nona séries do ensino fundamental da rede pública estadual podem participar desse programa no ano letivo de 2023 para realizar o sonho de morar em um país de língua inglesa.

Trezentos e noventa e nove alunos com a maior nota de classificação em cada município do Paraná são selecionados para preencher as mil vagas abertas. Outras 100 vagas são reservadas exclusivamente para alunos beneficiados com o programa Bolsa Família, independentemente do distrito em que tenham vaga.

Na data de elaboração do edital, em novembro de 2022, as 501 vagas restantes são destinadas proporcionalmente aos municípios que tivessem pelo menos 100 alunos do ensino fundamental matriculados no nono ano.

Curitiba, por exemplo, terá 58 dessas localidades, seguida por Londrina (20), São José dos Pinhais (17), Ponta Grossa (16), Cascavel (15), Maringá (14), Foz do Iguaçu (13), Colombo (12) e Guarapuava. O Edital nº 72/2022 informa sobre o número preciso de vagas abertas em cada município.

O aluno deverá informar nome completo, RG, CPF, Código Geral de Cadastro (CGM), e-mail (@escola), telefone e dados da escola no ato da inscrição online na Área do Aluno. Tanto o aluno quanto o responsável devem declarar que leram o edital e estão de acordo com as normas do processo seletivo.

O aluno não poderá selecionar o país de destino; O Seed-PR indicará isso, bem como a distribuição do número exato de vagas abertas para cada país.

A pontuação do arranjo para escolher os alunos vai levar em consideração três coisas: a pontuação padronizada da Prova Paraná Mais do aluno, o número de certificados que ele obteve na plataforma Inglês Paraná e os certificados que ele obteve por atuar como Monitor de Aluno no a escola onde está matriculado.

A classificação dará peso 70 à Prova Paraná Mais 2022. O Inglês Paraná e a Tela Substituta terão cada uma uma carga de 15 na nota total (100). Os alunos que concluíram os exercícios de forma proativa, mas não têm as declarações, podem se inscrever. Apesar de os certificados dos programas contarem para a pontuação, é possível se inscrever sem eles.

Não obstante as medidas cabíveis (Prova Paraná Mais, Inglês Paraná e Aluno Screen), o candidato precisa atender a alguns pré-requisitos para ter sua matrícula aprovada: ter frequentado instituição de ensino pertencente à rede pública estadual do Paraná do sexto ao nono ano; em 2022, ter médias de pelo menos 7,0 e frequências de pelo menos 85% em cada uma das disciplinas do currículo; ter sido regularmente matriculado para o nono ano da rede pública estadual do Paraná em 2022 e ser selecionado e cursar a primeira série do ensino médio da rede estadual em 2023. Na data da decolagem, ter idade base de 14 anos e um limite de 17 anos de idade e seis meses é igualmente essencial.

O objetivo do intercâmbio foi ajudar os alunos a conhecerem outras culturas e disciplinas acadêmicas, dar a eles a chance de viver e aprender sobre a vida em outros países, formar uma rede de jovens líderes que atuarão em escolas públicas do estado do Paraná , e melhorar seu domínio do inglês.

Alimentação, hospedagem, transporte, emissão de vistos e passaportes, passagens aéreas e terrestres, exames médicos, vacinas, seguro viagem e saúde, taxa de matrícula, mensalidade escolar no exterior, uniforme, material didático, tradução juramentada de documentação escolar, reuniões de orientação e o curso preparatório de língua estrangeira são todos financiados pelo governo do estado. Além disso, os alunos recebem uma mensalidade de R$ 800.

Daiély França, aluna do Colégio Estadual Guarani da Estratégica, em Nova Laranjeiras do Sul, no Centro-Sul, afirma: “É um programa que possibilita conhecer uma nova cultura e um novo idioma. Fiz muitos amigos, estudei muito, e guardo essas memórias no meu coração.” A substituta participou do Ganhando o Mundo Canadá, na edição de 2022.

Gabriela Martins da Silva, 17 anos, “ganhou o mundo” em 2022 ao participar de um intercâmbio na Nova Zelândia, assim como Daiely. A experiência, segundo a aluna do Colégio Estadual Teófila Nassar Jangada, da Reserva (Campos Gerais), foi enriquecedora e proveitosa para ela como aluna. Foi um sonho realizado porque pude crescer intelectualmente e observar meu desenvolvimento no inglês. Ela diz: “Esta conversa fez uma grande diferença na minha vida.”

“Aconselho os futuros alunos a se mexerem para estudar, é difícil, são muitos minutos incômodos, mas aconselho que tentem realmente vivenciar essa experiência alucinante”, completa Gabriela.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui