18.6 C
Paraná
quinta-feira, maio 23, 2024
InícioGeralPrimal... celebra 20 anos do clássico álbum coré-etuba com...

Primal… celebra 20 anos do clássico álbum coré-etuba com show no Jokers

spot_img

Um dos nomes mais influentes do cenário musical curitibano se reúne para show único revisitando o disco e clássicos da carreira

Um dos nomes mais marcantes da cena musical curitibana surgiu nos anos 1990. O Primal… deixou sua marca com shows visualmente impactantes e inovadores, sustentados por uma música forte. O grande legado musical deixado pelo grupo é o álbum “coré-etuba”, que completa vinte anos desde o seu lançamento.

Para celebrar essa data e todo o legado do Primal…, a formação original da época do lançamento se reunirá para um show único e exclusivo no palco do Jokers, no dia 08 de março (sexta-feira). O álbum foi gravado por Guto Diaz (vocal), Fabiano Cavassin (guitarras), Marcelo Carli (baixo) e pelo baterista Victor França (também responsável pela engenharia de som e mixagem). O disco foi registrado em 2000, mas chegou às lojas apenas em 2003, quando o baterista era Roberto Krug, que estará presente no palco com o Primal… para este show em março.

O Primal… foi formado em 1992 por Fabiano (da banda Abaixo De Deus) e Guto Diaz (do Epidemic) e ao longo de quase duas décadas, alcançou feitos únicos. No repertório da apresentação, serão executadas as dez faixas de “coré-etuba”, na íntegra e na ordem, seguidas de surpresas para a parte final do show, incluindo faixas emblemáticas da carreira.

Um dos fundadores, o guitarrista Fabiano, comentou: “Está sendo muito prazeroso o processo de voltar a tocar as composições que há muito tempo a gente não tocava. Foi muito legal poder se deparar com esse trabalho tantos anos depois, e analisar o que foi feito e a forma. Fiquei muito feliz com o que foi feito na época, com a qualidade que conseguimos atingir, com a maturidade que a gente tinha até então. Vendo isso de fora hoje, é um trabalho que me impressionou. Depois de tanto tempo sem ouvir me impressionou. Fica aqui o convite pra quem acompanhou a nossa jornada e curtiu o nosso som”.

O vocalista Guto adicionou: “É uma experiência incrível revisitar o coré-etuba tão inusitadamente, porque, na verdade, nunca tivemos a pretensão de voltar com o primal…. Mas numa reunião que tivemos, eu e o Fabiano, para falar sobre o outro projeto nosso, que é o Outono, decidimos que estava na hora de colocar as músicas do primal… nas plataformas digitais; algumas pessoas cobravam isso. Digitalizamos todo esse material, porque, infelizmente, não temos os originais, e demos uma masterizada nesse material. Foi um trabalho feito com muita dedicação. Um álbum nunca é feito só em um único momento. As músicas que estão no coré-etuba começaram a ser escritas, a partir de 1995, por exemplo, como é o caso da “The Walk of Ants”, outras, em 1997, outras em 1998, 1999… Íamos compondo e tocando essas músicas. Entramos em estúdio em 2000, com outro baterista, mas o Victor França, que era o dono do estúdio, gravou e fez um trabalho incrível. Quando terminamos de gravar, ficamos apenas eu, o Marcelo e o Fabiano. Então, entrou o Krug, um baita baterista e um grande amigo. O álbum acabou ficando engavetado até 2003 e agora, mais de 20 anos depois, vamos revisitar isso. Estamos preparando um show bem bacana, também com os elementos visuais que a gente usava na época e algumas surpresas. Convido todos que conheceram o coré-etuba na época, e até quem nunca assistiu o primal…… ao vivo, para estar conosco nessa experiência muito bacana”.

Adicionado à formação logo após as gravações de “coré-etuba”, Roberto Krug relembrou: “Sempre gostei de rock, obviamente, e eu escutava muito a Rádio Rock da época, na qual tocava, diariamente, a música “The Walk of Ants”, que é um dos carro-chefe do coré-etuba. Eu não sabia que era uma banda brasileira, muito menos daqui de Curitiba. Quando entrei na banda, e o Gugu, o vocalista, me deu um CD com as músicas para eu aprender, e, de repente, qual música que começa a tocar? ‘The Walk of Ants’. Esse momento foi marcante na minha vida, eu vou levar isso para sempre. Portanto, é uma honra poder participar desse projeto. Nunca tocamos o disco na íntegra, como faremos agora, então, é um privilégio e a realização de um sonho”.

O baixista Marcelo concluiu, convidando o público para o evento: “Estou muito feliz com esta oportunidade de revisitar este disco e tocar essas composições. Revejo todos vocês no dia 08, no Jokers”.

Serviço: Primal… – 20 anos de “coré-etuba”
Data: 08 de março de 2024 (sexta-feira)
Local: Jokers
Endereço: Rua São Francisco, 164 – São Francisco
Horário: 22h
Ingressos: R$ 25 (na hora)

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui