InícioCiênciaSonda Voyager 1 pode estar perdida para sempre

Sonda Voyager 1 pode estar perdida para sempre

spot_img

Uma das sondas espaciais mais emblemáticas já lançadas parece estar se aproximando do fim de sua trajetória. A sonda Voyager 1, que passou a última década atravessando o espaço interestelar, vem enfrentando falhas em seu sistema desde o final do ano passado. Seu status permanece inalterado e, segundo a NASA JPL, será um verdadeiro “milagre” conseguir fazê-la funcionar novamente.

Lançada em 1977, pouco após sua gêmea, a Voyager 2, a Voyager 1 se tornou uma das espaçonaves feitas pelo homem com a trajetória mais longa e a que percorreu a maior distância. Ambas são símbolos icônicos da exploração espacial. No entanto, uma falha no computador pode marcar o fim dessa missão de longa data.

Os problemas começaram quando a Voyager 1 começou a enviar dados sem sentido em maio de 2022. Embora a NASA tenha corrigido o problema, as falhas voltaram em dezembro, deixando os astrônomos perplexos. Desde então, o status da Voyager 1 permanece inalterado, continuando a enviar dados incoerentes.

A principal dificuldade em resolver esses problemas com a Voyager 1 é o tempo de comunicação. Leva mais de 22 horas para que qualquer sinal enviado alcance a sonda, e o mesmo tempo para que as respostas retornem à Terra. A comunicação entre a equipe aqui na Terra e a sonda leva aproximadamente 45 horas, de acordo com a NASA.

O problema, segundo os engenheiros, parece estar no sistema de dados de voo (FDS), uma parte essencial do design da sonda responsável por coletar informações de engenharia dos instrumentos a bordo. No entanto, o status da Voyager 1 permanece inalterado nos últimos dois meses. Resta saber se isso mudará.

Essa é a grande incógnita. Mas, de acordo com a NASA JPL, será um verdadeiro milagre fazer com que tudo funcione novamente. Assim, o icônico explorador espacial que tem nos fornecido informações sobre o espaço interestelar pode estar chegando ao seu fim. No entanto, os engenheiros ainda não desistiram, e há sempre uma pequena esperança de que as coisas se resolvam.

Mesmo que não se resolvam, a Voyager 1 passou os últimos 40 anos explorando o espaço e nos ensinando sobre o universo além da heliosfera. Isso é algo para se orgulhar, e os engenheiros podem descansar tranquilos sabendo que fizeram tudo o que puderam para ajudar a Voyager em sua jornada.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui