23.5 C
Paraná
quinta-feira, maio 23, 2024
InícioGeralDe onde vieram os cílios postiços?

De onde vieram os cílios postiços?

spot_img

No mundo da beleza, onde as pessoas há muito tempo desejam cílios volumosos, a invenção dos cílios postiços revolucionou a maneira como os indivíduos realçam seus olhos. Mas por que os cílios postiços foram inventados em primeiro lugar? Vamos examinar a história por trás desses pequenos fios e a fascinação das pessoas por eles.

Em 6 de junho de 1911, uma mulher canadense chamada Anna Taylor patenteou os primeiros cílios artificiais, mudando para sempre o cenário da beleza.

A invenção de Taylor abriu caminho para a produção em massa de cílios postiços, oferecendo às mulheres do mundo todo acesso a cílios volumosos anteriormente reservados à elite. Dos palcos da Broadway às telas de cinema de Hollywood, os cílios postiços rapidamente se tornaram um item básico no mundo do entretenimento.

Ao longo da história, cílios mais longos têm simbolizado beleza e sedução. Anna Taylor não reivindicou a primeira patente de cílios artificiais até 1911, mas as pessoas já estavam fascinadas pela ideia de tornar os olhos mais atraentes muito antes disso.

Os antigos egípcios, conhecidos por suas técnicas extravagantes de maquiagem, buscavam alcançar olhos hipnotizantes enquadrados por cílios longos. Para adornar os olhos e protegê-los do sol intenso, escureciam os cílios naturais com kohl e outras substâncias. Há evidências de que tanto mulheres quanto homens no antigo Egito usavam cosméticos.

Mulheres na Roma antiga também usavam kohl, junto com cortiça queimada, para realçar os olhos. E na corte da Rainha Elizabeth I, as mulheres usavam frutas para tingir os cílios de uma cor semelhante à do cabelo da rainha, que na época tinha um tom de vermelho inédito.

As pessoas não estavam menos obcecadas com os cílios quando a era vitoriana chegou. Eugene Rimmel, perfumista da Rainha Victoria e eventual fundador da marca de maquiagem Rimmel, criou a primeira máscara de cílios a partir de poeira de carvão e vaselina (que, aliás, existe desde 1870).

Às vezes, atribui-se ao diretor de cinema americano D.W. Griffith a invenção dos cílios postiços, mas há poucas ou nenhuma evidência para apoiar essa afirmação.

Segundo a história, Griffith estava trabalhando no filme “Intolerância” em 1916. Conhecido por sua atenção aos detalhes em cenas importantes, ele reconheceu o impacto de cílios longos sob luzes elétricas.

Para realçar os olhos da atriz Seena Owens, ele pediu ao peruqueiro do filme para colar cabelos humanos nas pálpebras dela usando goma de espírito, criando efetivamente um conjunto de cílios postiços.

Essa história pode ou não ser verdadeira, mas é certamente falso que Griffith inventou os cílios postiços, pois Taylor já havia patenteado sua ideia cinco anos antes.

Assim como a popularidade dos cílios postiços estava começando a decolar nos Estados Unidos e Canadá, a fascinação das pessoas pela maquiagem também estava decolando. Esses padrões de beleza estavam em evidência em Hollywood mais do que em qualquer outro lugar.

Max Factor, um fabricante russo de cosméticos que emigrou para os EUA em 1914, desenvolveu uma relação próxima com a indústria cinematográfica e logo estava fornecendo às produtoras sombra para os olhos, lápis para sobrancelhas e outros produtos. Os maquiadores nos sets de filmagem usavam essas novas ferramentas para fazer os atores e atrizes ficarem bonitos na telona.

Em 1916, Factor começou a disponibilizar sua maquiagem para o público, transformando a maneira como as mulheres daquela época abordavam a maquiagem dos olhos. Com isso, ele deu início a uma revolução na beleza e estabeleceu as bases (com trocadilho) para o que a indústria da beleza se tornaria.

Na década de 1930, enrolar os cílios também estava na moda. O primeiro dispositivo para curvar os cílios foi patenteado em 7 de abril de 1931, com o design praticamente não diferindo dos dispositivos que você vê no mercado hoje.

Os cílios postiços modernos vêm em várias formas, cada um usando técnicas diferentes para imitar a aparência de cílios longos, criando um efeito mais glamoroso.

Os cílios colados, também conhecidos como cílios em tiras, estão entre os mais comuns. Eles geralmente consistem em fibras sintéticas ou cabelos reais presos a uma tira fina. Você aplica esses cílios postiços usando uma pequena quantidade de cola ao longo da base dos cílios naturais.

As extensões de cílios envolvem a fixação de fibras sintéticas individuais ou pêlos legitimos aos cílios usando uma cola semipermanente. Ao contrário dos cílios em tiras, as extensões de cílios se prendem diretamente aos cílios. Elas podem variar em comprimento, curvatura e espessura, permitindo que você personalize seu visual. Com os devidos cuidados, as extensões de cílios podem durar várias semanas antes de precisarem de um retoque.

Os cílios implantados com tecido são um tipo menos comum de cílios postiços que envolvem a incorporação de fibras de tecido – como seda, vison ou fibras sintéticas – diretamente na borda da pálpebra. Normalmente, profissionais treinados em salões realizam esses tipos de serviços de cílios, pois eles exigem experiência significativa e uma mão firme.

Os cílios magnéticos apresentam pequenos imãs ao longo da faixa de cílios, que se aderem a um delineador magnético que você aplica ao longo da linha dos cílios naturais. Isso mantém os cílios postiços no lugar sem a necessidade de cola e torna os cílios magnéticos fáceis de aplicar e remover.

A obsessão das pessoas por cílios longos e luxuosos continua, embora hoje os cílios postiços sejam um item básico de beleza tão comum que provavelmente poucas pessoas sabem o nome da mulher que inventou os cílios postiços.

As indústrias do entretenimento, moda e beleza impulsionaram significativamente o apelo do realce de cílios. Isso inclui muitas figuras públicas, passadas e presentes, que se tornaram famosas por apresentar uma aparência glamorosa após outra para as câmeras.

Desde os cílios trêmulos da Marilyn Monroe nos filmes clássicos até a maquiagem dramática dos olhos da Jennifer Lopez e Kim Kardashian no tapete vermelho, os cílios postiços continuam sendo um acessório atemporal que os entusiastas da beleza usam e apreciam em todo o mundo.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

hot news

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui